Perfil do treinador de base



Apesar de um treinador de futebol de base não precisar ser um grande especialista, o educador de futebol deve possuir certos conhecimentos básicos para realizar sua tarefa com sucesso:

  • Conhecimento infantil
    • Aspectos gerais do desenvolvimento em diferentes idades
    • Relacionamento, comportamento, comunicação e linguagem
  • Capacidades pedagógicas de ensino e organização
    • Métodos de aprendizagem
    • Organizando uma sessão de futebol
    • Organizando um torneio
    • A organização de um festival
  • Conhecimentos básicos de futebol
    • Os jogos reduzidos
    • Jogos de treinamento
    • Aprendendo gestos técnicos


    E vocês Vocês são treinadores de futebol? Você acha que está de acordo com esses requisitos? Se você precisar de aconselhamento personalizado ou expandir seu treinamento em Baseball, não hesite em nos contactar.


    Beisebol: vantagens de variantes com menos jogadores

    Uma opção cada vez mais usada no futebol de base é a partida com menos jogadores e regras adaptadas. No manual de base, comenta-se que foi verificado através de estudos e observações que as crianças gostam mais do jogo, pois têm mais contato com a bola e a incidência individual de cada jogador no jogo é maior.


    Outra vantagem é que a concentração aumenta porque a bola está sempre perto do jogador. Além disso, menos jogadores implicam mais atenção ao que acontece em campo, mais papéis a serem assumidos por cada jogador e mais variedade de situações diferentes das quais as crianças podem obter experiência e conhecimento.


    Existem várias estatísticas importantes sobre os benefícios do futebol reduzido, em comparação com o futebol de onze jogadores. Entre elas:

    • Em média, os jogadores tocam a bola 5 vezes mais no futebol 4 e 50% mais no futebol 7.
    • As situações one-on-one ocorrem três vezes mais no futebol 4 e duas vezes mais no futebol 7.
    • Um gol é marcado a cada dois minutos no futebol 4 e a cada quatro minutos no futebol 7.
    • Os goleiros agem de duas a quatro vezes mais no futebol 7 do que no futebol 11.
    • A bola não joga 8% do tempo no futebol 4, 14% no futebol 7 e 34% no futebol 11.


    No futebol reduzido, cada jogador:

    • Jogue o tempo todo
    • Receba a bola frequentemente
    • Tente discar o tempo todo
    • Você tem liberdade para jogar
    • É sempre incentivado pelo educador
    • Ele é apoiado por seus pais e educadores


    Dependendo das habilidades e idade, os formatos de jogo sem goleiros também devem ser usados. Durante os primeiros bares, é importante garantir que seja fácil marcar gols. Isso incentiva as crianças a arremessar à baliza e também facilita o ensino da técnica. Os jogadores mais destacados precisam enfrentar uma dificuldade maior, por isso, precisamos gerar situações mais complexas para eles.


    A introdução de um porteiro aumenta essa complexidade. Os jogos pequenos são perfeitos para ensinar aos goleiros o aspecto tático do jogo e fazer uma melhor leitura das diferentes situações do jogo.


    Em resumo: O aumento da frequência de situações de tomada de decisão ajuda as crianças a aprender e a ter uma experiência positiva, e sua participação ativa no brincar aumenta seu prazer em brincar. Dessa forma, o jogo se torna mais fácil de entender e, acima de tudo, as crianças se divertem e desfrutam de mais liberdade de expressão com a bola aos pés.


    Se você quiser obter mais informações sobre nossos cursos e mestrado aprovados pela UNIVERSIDAD CATÓLICA AVILA, pode fazer Clique neste link.


    Se você preferir ter mais informações sobre Cursos Oficiais de Treinadores Nível 1 Nível 2 ou Nível 3.


    Se preferir, entre em contato conosco, pode fazê-lo por e-mail para admisiones@futbollab.com, por telefone em 34 93 438 60 00, via web em www.futbollab.com ou pelo WhatsApp em 34 622 78 65 21 ou clique aqui

    Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar a experiência do usuário através da navegação. Se você continuar navegando, aceita seu uso.